VÍDEOS DO GRÃO MESTRE ITAGIBA VITORIO

Loading...

Quem sou eu

Minha foto
Doutor Honóris Causa em Educação e Artes Marciais o Grão Mestre Itagiba Vitorio é brasileiro, natural de Santana do Livramento/ RS, filho de Vitório Vieira Dias e Terezinha da Silva Dias, nasceu no ano de 1965. Mestre de Taekwondo e Hapkido, Profissional de Educação Física, Jornalista Profissional, Bacharel em Filosofia Organizacional e Policial Militar inativo Brigada Militar). Iniciou a Pratica nas artes marciais em 1982 Na cidade de Passo de Los Libres-Argentina. Formou-se Faixa Preta em 1988. No ano de 1999 e 2000 foi um dos fundadores da WSHF (World Sports Hapkido Federation) juntamente com Grão Mestre Kang, criando em 2001 a Federação Rio Grandense de Hapkido. O Mestre Itagiba Vitorio no ano de 1995 deu inicio ao Projeto Taekwondo Educar no Ginásio Nenezão na cidade de Sapiranga e no ano de 2000 começou o Projeto Hapkido Educar na Escola Frederico Linck na cidade de Guaíba.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

<iframe src="http://idrops.terra.com.br/eventjpanam/widgetBlogBR.html" width="305" height="657" frameborder="0" scrolling="no"></iframe>

domingo, 2 de janeiro de 2011

O PROJETO HAPKIDO EDUCAR NO BRASIL


"O mundo está nas mãos daqueles que têm a coragem de sonhar e de correr o risco de viver seus sonhos."

Quando ainda era criança o mestre de Taekwondo e Hapkido, Itagiba Vitorio, de Santana do Livramento, foi barrado em uma academia por não ter condições financeiras de pagar por uma aula de qualquer tipo de arte marcial. Além disso, o pequeno engraxate negro foi vítima de preconceito. Foi então que um pensamento começou a fazer parte do seu cotidiano: iria se tornar um mestre e dar oportunidade para crianças e adolescentes carentes aprenderem artes marciais. A meta de Vitório foi concretizada. Como presidente da Federação Rio Grandense de Hapkido, ele desenvolveu o projeto Hapkido Educar.
O projeto Hapkido Educar Arte Marcial pela Cidadania e Inclusão Social é desenvolvido e coordenado por Itagiba Vitorio desde 2000, no Rio Grande do Sul. A primeira cidade contemplada foi Guaíba. As aulas começaram na escola Frederico Linck, em seguida, na escola Moura e Cunha e no Ginásio Coelhão.
O programa social, criado para resgatar por meio do esporte as crianças que vivem em regiões de alta vulnerabilidade, em poucos anos se expandiu no estado do Rio Grande do Sul.
Em Porto Alegre, capital gaúcha, é realizado desde o ano de 2006 no Centro Estadual de Treinamento Esportivo (CETE), e conta com o apoio da Fundação de Desportos do Estado do Rio Grande do Sul (FUNDERGS) e Secretaria de Esportes e Lazer do Estado (SEL).
O Hapkido Educar é promovido em outras unidades graças ao apoio de parceiros muito importantes. Na Associação Cristã de Moços (ACM )- Vila Restinga Olímpica (Instituto Dunga), o projeto começou no ano de 2008, posterior foi desenvolvido na Acm Vila Cruzeiro, ACM Morro Santana e no município de Esteio, na ACM/Refap Cidadã (Refinaria Alberto Pasqualini da Petrobras),
O Projeto acontece em Porto Alegre nas escolas estaduais Prudente de Morais e Oscar Pereira.
Em Soledade, ocorrem na escola Álvaro Rodrigues Leitão, na Secretaria de Educação e CIEP e outras cidades da região como Barros Cassal, Fontoura Xavier, São José do Herval, Ibirapuitã, Espumoso e Passo Fundo contam respectivamente com o trabalho e empenho do Mestre Paulo Toledo.
Em Uruguaiana, na escola estadual Íris Valls e Brigada Mirim, o Professor é o Mestre Júlio Barbosa, na cidade de Quarai na Fronteira Oeste do estado e na cidade de Artigas no Uruguai o responsável é o Professor Luis Augusto Garais. Em Taquara, o projeto é dirigido pelo Professor Paulo Marin.
Durante os anos, de 2010 a 2011, foi promovido o em Pelotas, Cerrito e Pedro Osório no interior do estado. Em 2013, iniciou uma parceria inédita entre a Federação Rio Grandense de Hapkido, Confederação do Brasil de Hapkido, Instituto Educar Fundergs (Fundação de Esportes do Rio Grande do Sul) e SEL (Secretaria de Esportes e Lazer do estado do Rio Grande do Sul), permitindo que as aulas fossem ministradas nos bairros de vulnerabilidade sociais designados Território da Paz, situado na Vila Restinga no IF (Instituto Federal), Lomba do Pinheiro na Creche Algodão Doce, No Bairro Rubem Berta no Centro Vida, no Bairro Santa Teresa na AMAVTRON (Associação dos Moradores da Vila Tronco), na cidade de Porto Alegre e nos Municípios de Canoas nas Casa das Juventudes dos Bairros Guajuviras e Mathias Velho e na cidade de Passo Fundo no ginásio de esportes da Vila Zachia.
O idealizador do projeto, o Grão-Mestre Itagiba Vitorio que atua no CETE (Centro Estadual de Treinamento Esportivo), para ele, o Hapkido Educar é uma referência pedagógica não apenas na região sul, mas em todo o Brasil. “O projeto, que começou no ano 2000 com apenas 30 crianças, cresceu bastante. Em 2008, eram mais de 300 alunos treinando Hapkido, em 2010, em torno de 700. No ano seguinte, mais de 1500 pessoas estavam aprendendo a modalidade gratuitamente. Atualmente, passamos de dois mil beneficiados, entre crianças, adolescentes e adultos de ambos os sexos”.



AGRADECIMENTO
Através de um gesto pequeno para elas, mas de uma grandiosidade enorme para muitas crianças e adolescentes, deixo aqui meus eternos e profundos agradecimentos a três visionárias que permitiram o Projeto Hapkido Educar se expandir pelo Brasil. Muito Obrigado Diretora Cris Ayala, Muito Obrigado Profa. Alice Rodrigues que no ano de 2000 abriram as postas para o projeto é de pessoas assim com a visão de vocês que o nosso Brasil precisa. Vocês não imaginam que por um pequeno gesto, estão mudando a vida de muitas crianças e adolescentes e a Professora Cleizi Zanatte por colocar o Projeto nos Territórios de Paz no ano de 2013 fazendo nosso projeto ser indicado para dois prêmios com o trabalho social. 

"O corajoso luta, insiste e vence. O covarde acomoda-se, concorda e desiste".